Danielbiologo's Blog

Desafio InterModal Floripa 2010

Posted in Meio Ambiente, Pedala Floripa e Bicicletas por aí..., Publicados por aí ... by danielbiologo on 17 de setembro de 2010

Quinta feira dia 16 de setembro, dois dias antes fui informado que seria neste dia, até o momento achava que seria na quinta feira dia 23 na Semana da Mobilidade Sustentável. Por isso confirmei minha participação na modalidade carro pois minha filha estaria participando comigo, mas com a mudança de dia na data do desafio eu estaria de Bicicleta dobrável, comuniquei entâo ao Fabiano que poderia contribuir indo de Bicicleta,  caminhando ou de ônibus. A princípio ficou “decidido” que eu iria de ônibus levando comigo a Bicicleta dobrável, fiquei receoso pois como sabemos o transporte coletivo tem esse problema, não temos espaço para levar médios volumes e sempre “rola”  estresse quando transportamos carga, achei então que não compensaria mesmo sabendo que seria uma ótima oportunidade de comprovar que o transporte coletivo da cidade não está adequado a comportar pessoas com carga, malas, etc…. Bem, então eu faria o “pedestrianismo”, iria caminhando o que em um dia normal seriam poucos minutos a mais que o ônibus ou de carro (andar de carro na cidade não é uma opção saudável e muito menos, preocupada com o bem estar coletivo),

Havia marcado uma “conversa”  com um repórter/jornalista a pedido do Diretor da ViaCiclo antes do evento, o mesmo não pode comparecer e cheguei no ponto de concentração e partida do desafio mais cedo para esperar os demais participantes. Entre conversas e algumas informações para os participantes, além dos repórteres e jornalistas de diferentes midias o tempo foi passando.  18h e uns dois minutos recebo a ligação do Fabiano dando a partida do DI, foi engraçado pois gritei “LARGOU” e escutei largou? – sim, gritei novamente LARGAMOS. E cada um, sem pressa, em sua modalidade de transporte partiu.

Iniciei minha caminhada pela rua Lauro Linhares e logo na primeira rótula observei bastantes carros e pensei – tá aí o congestionamento. Caminhando reparava nas pessoas que também caminhavam, umas com compras, outras com suas mochilas e pastas, provavelmente estudantes, diferentes velocidades e alguns muito apressados, eu ainda pensei vou manter uma “velocidade de cruzeiro” afinal estava num comparativo intermodal. Logo no início muitos buracos no caminho, em certos trechos a calçada desaparecia e em outros tornava-se estreita, tampas de ferro em caixas de inspeção quebradas provavelmente por um automotor ter estacionado sobre ela se tornam um grande risco de lesão ao se pisar/cair em um deles.

Caminhava observando os detalhes da cidade em certo trecho pouco antes da Penitenciária de Fpolis reparei que no chão haviam muito vidro quebrado, cacos esparramados no chão e não eram de acidentes, eram de garrafas de cerveja jogadas na rua por usuários dos bares vizinhos. Ao passar na rótula onde inicia a rua Delminda Silveira reparei no termômetro no painel e indicava 15ºC, o tempo estava agradável. Um fato curioso era que as ruas estavam livres de congestionamentos com o trânsito de carros fluindo muito bem. Já havia cruzado com alguns carros estacionados sobre o passeio o que aconteceu com certa frequência, outro obstáculo bastante comum eram sacos de lixo empilhados sobre a calçada deixando muito pouco espaço para passar, da mesma forma o mobiliário urbano incomoda várias vezes, postes, degraus, placas, orelhões e desníveis (rampas) dificultam a caminhada. No km 4 torci meu tornozelo em um desses obstáculos, parei por uns segundos e tudo bem, apenas um susto.

Entrei na rua Rui Barbosa e depois na Frei Caneca neste trecho temos a ciclofaixa e encontrei com um caminhão que “faz frete” parado sobre ela, poucos metros atrás estava o Posto Policial e educadamente informei ao motorista que estava sobre a ciclofaixa e que seria multado caso permanecesse sobre ela. O motorista meio “bravinho” disse -quem vai me multar? Respondi, a Polícia Militar que fica a alguns metros daqui, pois volto lá e comunico que seu veículo está causando risco de morte aos ciclistas. Ele viu que estava errado e saiu. Pouco metros depois outro caminhão de mudanças com o pisca alerta ligado estava sobre a ciclofaixa e não havia ninguém por perto (?). Aqui também poucos carros transitando, comparando com os outros dias.

Cheguei na altura da Av. Mauro Ramos, liguei para o Fabiano dizendo onde estava e quase todos já haviam chegado. Na altura da Praça do Banco Redondo o estresse de MALtoristas sempre acontecendo, buzinadas, aceleradas, um xingamento e em “velocidade de raiva”, os carros saem para lados diferentes. Estou caminhando quando vejo a minha frente diversos carros sobre a calçada, atrapalhando e muito minha passagem e dos outros pedestres, a calçada virou fila de carros para entrar no posto de combustível, desrespeitando mais uma vez a prioridade dos pedestres. Cheguei na Praça dos Bombeiros e passei por dentro dela, é realmente um “oásis” no meio a “selvageria” do trânsito e dos obstáculos do caminho, a presença das árvores transmite aquela sensação de bem estar. “É necessário implantar mais praças, mais áreas verdes na selva de concreto”. Observei monumentos e até descobri (consegui ler a plaquinha) que um deles é uma homenagem ao Albert Sabin (criador da vacina contra a poliomelite) e um caranguejo vermelho no chafariz da Praça.

Faltavam poucas centenas de metros e resolvi abastecer, retirei um chocolate da bolsa e pronto, devorei ele passando ao lado da Praça XV. Já visualizando o Largo da Alfândega dei um apitaço para os poucos que me esperavam saber que eu chegava.

Marquei no GPS 7,62km em  1:10:08 , com uma média de 6,5km/h ou seja 9:11 min/km.

Fui o penúltimo a chegar e fiquei bastante surpreso com o tempo dos motorizados pois não refletiram os congestionamentos que normalmente ocorrem neste horário todos os dias. De qualquer forma as Bicicletas chegaram pouco deppois da moto (que chegou primeiro) e isto me dá a certeza de apontar a Bicicleta como o mais eficiente veículo para áreas urbanas, pois mesmo sem congestionamentos ela chegou junto de um motorizado com vantagens como; não emitir poluentes, sem causar congestionamentos, sem ocupar espaço, democratizando e humanizando, além de trazer saúde ao usuário e para a cidade.

Notícia publicada no Diário Catarinense, aqui.

Minha conclusão; existem possibilidades de melhorar muito a mobilidade urbana e sem dúvida é a redução do número de  carros, não há falta de espaço, temos sim excesso de carros nas ruas! Um transporte coletivo atraente com mais horários (principalmente em horários de pico, para poder andar sentado), passagens mais acessíveis e claro melhor higienizados. E sim, um maior uso das Bicicletas, pois uma grande parte dos deslocamentos urbanos são possíveis de substituir o carro pela Bicicleta, que não é a solução (infelizmente) mas é grande parte dela, na questão da mobilidade urbana e da humanização da cidade.

“As cidades com maior uso das Bicicletas,

apresentam uma melhor Qualidade de Vida”. (fato)

Ps. Motoristas de carros, antes de reclamar das ruas da cidade, caminhem por alguns km como pedestres e reparem nas calçadas e passeios, vocês vão descobrir que o “seus caminhos”, são como um tapete ao comparar com as calçadas e passeios da cidade.

Relato do Audálio que foi correndo, aqui.

Semana da Mobilidade Sustentável, fotos e imagens aqui.

Anúncios

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Juliana said, on 18 de setembro de 2010 at 12:33

    Olá, colaboro com o blog “não corra da corrida” e em primeiro lugar gostaria de agradecer tua visita.
    Li seu depoimento sobre o desafio de mobilidade e fiquei muito feliz por saber que estão sendo realizados trabalhos sérios e com utilidade indiscutível para nossa sociedade.
    PARABÉNS

  2. Daniel Santini said, on 20 de outubro de 2010 at 13:42

    Muito bom, xará!

    Saudações,

    Santini

  3. Desafio Intermodal 2011 « Danielbiologo's Blog said, on 17 de setembro de 2011 at 10:53

    […] Quinta feira dia 15 de setembro, dia marcado para o DI 2011. Neste ano minha participação seria como “recepcionista”, ficaria na chegada (Largo da Alfândega) marcado o tempo de cada modal  participante. (Desafio Intermodal 2011) […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: