Danielbiologo's Blog

Dia do Pedal 2010, promoção do SESC

Posted in Pedala Floripa e Bicicletas por aí... by danielbiologo on 2 de maio de 2010

PERNA I – Primeira parte do meu “pedalzinho”do dia primeiro de maio de 2010 e hoje com várias opções de “pedais legais”, como a “Volta de Gov. Celso Ramos”, do “DuasRodas”, “Fanáticos” e finalmente o Dia do Pedal organizado pelo SESC, tive que decidir entre eles. Cogitei em ir até Gov. Celso Ramos mas, como não tive resposta de ninguém que quisesse ir, decidi não acordar as 4h da madrugada para este e fui no Dia do Pedal por ter uma característica mais “ativista” na promoção da Bicicleta como transporte urbano. Saí de casa as 6:25h, no continente passei na rua onde levei minha filhota para ver o Sol pela primeira vez, em um dia parecido, uma manhã bem cedinho com o sol nascendo, com certeza se tivesse preso dentro de um carro não teria a sensação que tive! Cheguei no local do evento aproximadamente 7:40h. fiquei conversando com outros adiantados, 8:30 iniciou a retirada dos kits de acordo com as inscrições e apesar de ter sido o primeiro a pedir o kit, minha inscrição deu problema, mesmo tendo conversado e verificado pelo telefone dias antes comunicando os problemas com o site. Ok, fico sem kit. Mas o Fabiano responsável pela organização do evento ficou sabendo e me arrumou um kit. Agradeci mas, disse que não me incomodei em não pegar o kit e sim pelo “atendimento” que as meninas proporcionaram sem ter um mínimo de jogo de cintura e com um ar sem “paciência” dizendo para ir fazer outra inscrição (?). Eu fui para contribuir e pedalar então, tava tudo bem, não era o kit que iria deixar que minha vontade em promover a Bici diminuisse!?!?

Antes disso tudo, passei pelo Trevo da Seta que mesmo depois de ter sido “oficiada” pela ViaCiclo, não deixou caminho para pedestres e ciclistas, excluidos mais uma vez para priorizar os carros. Como não temos opção aqui acabei por transitar junto aos carros que mesmo vendo o ciclista não reduzem sua velocidade, passado este trecho entrei na ciclovia e olhei para o continente onde seria realizado o evento e, em linha reta eu estava a 9,9km de distância, depois ao chegar verifiquei que o pedal desta primeira parte tinha dado 25,84km.

Antes do passeio algumas atividades aconteciam e a Márcia ao microfone desenvolvia brincadeiras e repassava outras informações. Em determinado momento ela “conclamava”por cinco voluntários e ninguém se habilitava, pouco a pouco cinco ciclistas se manifestaram e sendo Eu o quinto e último a se oferecer. Vi que estavam colocando cones no chão e já meio que imaginava o que viria pela frente, na verdade era um mini-circuito com duas linhas paralelas de cinco cones relativamente próximos um do outro. o “desafio” era fazer as duas linhas em “slalom”, sendo que entre as duas deveriamos passar por debaixo de um artista circense com pernas de pau. Chegou minha vez, em baixa velocidade para dar conta de fazer a curva, o equilíbrio é mais exigido, passei pelos primeiros cones e ao passar debaixo das pernas de pau meu espelho retrovisor se enroscou na calça do artista, pensei no pior mas conseguimos nos desvencilhar e passei pelos demais cones, ganhei um par de manoplas que provavelmente estarei entregando para alguma ação junto ao MovimentociclovianaLagoaJá.

O passeio foi realizado em 25min e percorridos 3,61km. Muitos acharam muito curto e até comentei com a organização que deveria se aproveitar mais toda a estrutura do evento e a Guarda Municipal de São José para “divulgar” mais a Bicicleta como transporte que melhora a saúde urbana e de seu usuário. Mas como haviam crianças muito pequenas e houve um pequeno incidente com moradores de edifícios que arremessaram ovos nos ciclistas, o que também “contribuiu” para que se reduzisse o passeio. Não vejo motivo para esta agressão a não ser por algo que em outros passeios já “reclamei”, que são alguns garotos que transitam com suas Bicicletas com buzinas muito fortes e que realmente incomodam a todos. Minha sugestão é que se evite este tipo de poluição sonora, que certamente incomoda quem está descansando em seus apartamentos num feriado/sábado de manhã. De qualquer forma o espetáculo aconteceu, com mais de duzentas Bicicletas e seus pilotos transitando pelas ruas promovendo uma cidade mais humana. Sim porque tenho reparado que quando passamos de carro as pessoas não se cumprimentam, já de Bici, todos, inclusive os motoristas que estão presos no congestionamento recebem cumprimentos dos ciclistas.

Esta terceira “etapa” do dia pedalei junto do Audálio. Passamos por um trecho do AUDAX Floripa 200km e falamos um pouco deste e de nossas “histórias” no dia. Um fato curioso foi quando atravessávamos a Ponte retornando à Ilha, ainda comentei com o Audálio; Enquanto nós estamos nas Bicicletas, carros passam sobre nós, remadoras passam embaixo de nós, lanchas também, veleiros passam ao longe e mais longe ainda lá em cima no céu passa um avião !! Seguimos pela ciclovia da BeiraMarNorte que durante um curto trecho se encontra com condições de trânsito para pedestres e bicicletas. Pois há tempos que digo, sabemos que são necessárias diversas obras e consertos ao longo de uma cidade, o que questionamos é porque sempre tiram o direito dos pedestres, cadeirantes e ciclistas de terem seus caminhos “preservados” durante estas intervenções para reformas. Já fazem meses que os trabalhos tiveram início no Passeio e Ciclovia da AV. Beira Mar Norte e que atualmente são verdadeiras pistas de “CROSS urbano e as oito faixas dos carros continuam livres. Porque não deixar uma faixa, apenas uma faixa então, para toda uma população poder transitar. É ou não é a priorização do automóvel em detrimento da Vida das Pessoas? Já no Itacorubi o Audálio seguiu para o norte e Eu para a Lagoa. Em frente a UDESC dei uma parada para arrumar meu GPS e por isso acabei por “criar a quarta perna do pedal.

Finalmente a última parte da pedalada, saí da Av. Madre Benvenuta e pelo acostamento me dirigi a subida do morro da Lagoa e com o movimento intenso a subida se tornou perigosa devido mais uma vez aos MALtoristas que insitem em subir acelerando e “comendo” as curvas, por estes momentos crítico é que não ando mais sem espelho retrovisor, por várias vezes carros mal pilotados surgiam subindo pelo acostamento o que faz a gente inclusive as vezes ter que pedalar no meio da faixa para que o carro visualize e reduza a velocidade, pois sempre que estamos muito juntos ao meio fio do acostamento vem um irresponsável usando o acostamento para fazer a curva. Cheguei no topo do morro e como é de praxe uma paradinha no mirante, ali encontrei um casal com sua filha e pedi que tirassem uma foto, o Pai logo se prontificou e Eu disse -que tal você? me dirigindo a menininha. -Ela pegou minha máquina e tirou a foto. Conversei brevemente com eles e me   disseram que eram de Joinville.

Ajudado pela Lei da Gravitação desci o morro até o Centrinho da Lagoa sendo neste trecho atingida minha maior velocidade do dia com 56,5km/h. No centrinho da Lagoa o trânsito congestionado como sempre e desta vez não pelo número de carros nas ruas e sim pelos poucos individualistas que estacionam seus veículos em local proibido, causando mais este congestionamento! Em seguida pedalei pela rua Osni Ortiga onde muitos sinistros ocorrem pela irresponsabilidade de MALtoristas e pela falta de coletividade dos mesmos. Sempre ao avistar um ciclista o motorista deve reduzir sua velocidade e passar a 1,5 metros de distância (Art.201 do CTB), sei também que há ruas que não dá para manter essa distância então é só reduzir “bem” a velocidade e passar com segurança, todos saem ganhando! Cheguei no CaldodeCana.com onde parei e tomei um caldo de cana…..


Mais um pedal legal, e apesar dos inúmeros probleminhas relatados, os benefícios de pedalar são bem maiores. Colocando na balança ainda vale muito a pena de sair de Bici por aí….

Minhas Fotos. Fotos do Audálio. Fotos do Edemar.

Relato do Audálio

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] o tempo foi passando até o momento da partida, o passeio teve basicamente o mesmo percurso do Dia do Pedal do SESC, outro relato>Dia do Pedal do SESC. A realização deste evento foi da Prefeitura Municipal de […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: