Danielbiologo's Blog

Pedal – Porto da Lagoa/Floripa para Antônio Carlos.

Posted in Pedala Floripa e Bicicletas por aí... by danielbiologo on 13 de julho de 2009

Dia 12 de julho aconteceu mais uma Corrida Rústica, da cidade de Antônio Carlos a Biguaçu, como eu não iria correr resolvi ir de bicicleta e acompanhar a prova. Comuniquei ao grupo da Bicicletada Floripa e outros desse pedal,  alguns manifestaram a vontade de fazer esta pedalada, teriamos que estar em Antônio Carlos pouco antes das nove para acompanhar a largada. Combinamos então 7h30min embaixo da ponte no centro de Floripa.

Sábado dia 11, teve a Bicicletada da Lagoa com chuva, frio e vento sul. Durante o final da tarde e a noite o frio e a chuva aumentaram, inclusive iniciando a dúvida em relação ao dia seguinte. Liguei para alguns, falei por e-mail com outros e decidimos esperar amanhecer. Como eu teria que sair no máximo as 6h30min, eu poderia verificar o tempo e avisar. Bem, quase decidido com chuva ou sem, eu iria, até por respeito a todos por haver combinado e acertado o ponto de encontro, então eu estaria embaixo da ponte!

Amanheceu, nenhuma nuvem no céu,  5h45min, e já era possível ver que o dia estava lindo. Mudei a roupa de frio, para uma bermuda e camisa de manga comprida e pontualmente 6h30min eu estava na Osni Ortiga. Subi o morro da lagoa como nunca tinha subido antes, nem usei a coroa menor e desci sentindo o friozinho do amanhecer. Após 10km cheguei no supermercado onde me encontrei com o André, que ajustava as últimas ”’gambiarras??” na sua bike. Começamos a pedalar até a ponte  para encontrar com os outros. Chegamos na ponte no horário marcado e não havia ninguém, ?, atravessamos e eu comentei que havia um amigo que provavelmente estaria no trevo de Barreiros. Seguimos pelo Estreito indo até o trevo,  não havia ninguém esperando a gente, e entramos na BR-101, seguimos pela marginal desta rodovia e  15,4 km depois chegamos em Biguaçu na Inplac onde estavam se concentrando os corredores para embarcar no ônibus que levaria eles até Antônio Carlos. Após cumprimentar os amigos retomamos o pedal para Antônio Carlos e conversando na estrada ainda vazia e silenciosa e entre uma e outra risada os km foram passando, quando de repente eu exclamei:  -Nossa que rápido, chegamos! O tempo passou voando, hein? paramos um pouco na praça bem cuidada em frente à Prefeitura da Cidade, o andré tirou seu equipamento ”anti-chuva especial” dos pés, afinal não estava chovendo e fomos dar uma voltinha pela cidade. Encontramos uma senhora com uma bike com um hélice soldado no quadro, tipo assim quase um avião!!! O André disse: -Posso tirar uma foto da sua bicicleta, Senhora?  A mesma riu dissa nào, não e saiu de fininho, toda “envergonhada”.  Paramos numa padaria para tomar um café e fiquei com o último café disponível e o André pediu um “pesadelo” aliás um sonho. Voltamos ao local da largada onde encontrei com minha equipe de Corrida, conversamos um pouco e em seguida foi dada a largada. Montamos em nossas magrelas e começamos a acompanhar o pessoal correndo, tirei umas fotos dos amigos e chegamos em Biguaçu onde assistimos a chegada de alguns corredores e após entregar os ”manguitos” que uma amiga me entregou na largada, iniciamos a volta para Floripa. Após o trevo de Barreiros já havia passado do meio-dia e uma certa fome surgiu, paramos em uma padaria onde fizemos um lachinho para enganar a fome e retomamos a pedalada. Seguimos pela ciclovia “feita para passear” da Av. BeiraMar Norte até a UDESC onde o André ficou. Valeu André.

Meus 10km finais até em casa;  iniciei a subida do morro da Lagoa e na parte mais inclinada fui “obrigado” a empurrar minha bike por algumas centenas de metros mas, eu queria pedalar e não empurrar, montei nela e terminei a subida pedalando. Parei no mirante para ver a Lagoa de cima e notei, de novo,  como ela está sendo “consumida” por construçoes e outros, muitos inclusive contra a Legislação que tenta proteger um pouco disso tudo. Depois foi descida até o centrinho da Lagoa, que para variar se encontrava  congestionada de tanto carro, de tanto carro estacionado em local proibido, de tanto carro transportando apenas uma pessoa, de tanto carro desrespeitando o CTB, enquanto isso eu ia passando os carros parados. Entrei na Osni Ortiga e aqui o problema, depois destes motoristas ficarem presos no trânsito, assim que abre a “brecha” aceleram feito idiotas para tentar recuperar o tempo parado, inclusive jogando o carro sobre pedestres e ciclistas, para logo adiante parar seus carros em outro congestionamento provocado por eles mesmos.

Lembrando que as Leis de Trânsito servem para organizar e fazer com que todos andem, talvez devagar mas  que andem.

Para terminar aqui este relato, o ”grupo de um par de dois” foi e voltou, tudo bem.

2009-07-12 floripa biguacu antoniocarlos

André Costa AC / DC Daniel Costa

 

Anúncios

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Andre Costa said, on 13 de julho de 2009 at 22:37

    EAUIAEHIUEHIUEAHAUIE
    AC DC! EHAUIaehiuaehu

    boa boa
    Abracos

  2. anavivian said, on 17 de julho de 2009 at 20:38

    Nossa, eu ri muito depois que a ficha do André caiu sobre o “selo” ACDC, nós ficamos uns cinco minutos pensando: “acdc?! wtf???” hasuhasuahsauhsau
    deu dor de barriga depois de tanto rir

    Fiquei com raiva mortal de mim mesma por não ter ido pedalar junto!!!!! Tinha trabalhos a fazer, mas o domingo tava chamando pra sair de casa, aquele solzão, céu azul…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: