Danielbiologo's Blog

NÃO DEIXE SEU CÃO PRESO.

Posted in PETS..., Publicados por aí ... by danielbiologo on 11 de janeiro de 2004

Prender um cachorro o deixa mais agressivo, neurótico e psicologicamente mais desequilibrado. Seu cachorro só tem duas formas de defesa, uma é proteger-se ou fugir, a outra é atacar. A um cachorro preso só lhe resta à opção do ataque, já que a fuga é impossível e qualquer coisa é uma ameaça para ele, cães que sobrevivem nessas condições desenvolvem temperamentos instáveis e perigosos. Levando os mesmos a latir em demasia, o que além de incomodar a paz dos vizinhos e a nossa, prejudicam os cães (que latem em excesso). Latidos crônicos causam tanto estresse ao animal que podem prejudica-lo fisicamente. O cachorro pode passar a sofrer desde úlceras até problemas em seu sistema imunológico. Latir em demasia é um problema que, para ser resolvido, geralmente necessita da ajuda do dono, pois se torna um ciclo vicioso – quanto mais o cachorro late, mais ansioso ele fica e passa a latir cada vez mais furiosamente. Isso pode irritar os vizinhos de tal maneira que, não encontrando meios para se livrar do problema, poderão tentar envenenar o animal (fato ocorrido com minha família). Devemos lembrar que latidos podem ser úteis e que o problema só existe quando o cão late em excesso. Se ele latir quando um ladrão estiver invadindo sua casa, se o gás estiver vazando ou, ainda, se sua casa estiver pegando fogo, isto certamente poderá significar a sua vida! Por isso é importante que você elimine as causas do comportamento que possam estar levando seu cão a latir em excesso, alguns dos motivos podem ser: Isolamento, Alívio de estresse, Medo, Fome sede ou algum desconforto, Desejo de chamar a atenção, Poder passear pelo quintal, notar que todas as causas se aplicam a cães presos a correntes e/ou confinados em pequenos espaços. Cães são animais sociais que necessitam de companhia: caso fiquem presos ou afastados da família certamente terão problemas. É sempre bom informar nossos vizinhos de que estamos nos esforçando para solucionar o problema. Muitas vezes eles podem nos ajudar a resolver a situação ou até nos informar das causas dos latidos. Caso eles não nos possam ajudar de maneira nenhuma, só de saber que estamos nos preocupando, com certeza ficarão um pouco menos furiosos conosco e com nosso cachorro, e talvez assim evitar atos selvagens por parte destas pessoas sem escrúpulos e de mentalidade pequena que atacam nossos cães.
Estes textos foram baseados de bibliografia sobre cuidados e comportamento canino, escrito por especialistas no assunto.

Biólogo Daniel de A.Costa

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Daniel Biólogo, Daniel Biólogo. Daniel Biólogo said: @QueridoCachorro BomTexto. Há muito tempo atrás escrevi este; botei nas caixas /correios das casas aqui em meu bairro. http://bit.ly/bJaLwH […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: